Skip to content

Uma HQ aterrorizante

26 setembro, 2008

 — Você! Você! Você!

Quem é que não conhece o Zé do Caixão? O personagem do cineasta José Mojica Marins, surgido nos filmes “À meia noite levarei tua alma” (Idem, 1963) e “Esta noite encarnarei no teu cadáver” (Idem, 1965), voltou com tudo à cena este ano. Como uma de suas lendas, o personagem (mito), saiu da escuridão do limbo cinematográfico e retornou com o filme que, somado aos outros dois, completa a trilogia. “A encarnação do demônio” (Idem, 2008), mostra o desfecho da saga de Zé, que era aguardada por muitos fãs do terror.

Mas, para essa continuação, havia uma questão crucial. O que havia feito Zé do Caixão nesses 43 anos de desaparecimento? Como explicar isso aos fãs? Iria dar certo essa explicação?

A resposta a essas questões veio da maneira mais fodástica que se poderia imaginar: “Prontuário 666 – Os anos de cárcere de Zé do Caixão” (Idem, 2008). Ao invés de ignorarem a data, ou incluirem no filme, a saída encontrada foi uma convergência midiática, que, além do cinema, levou a história de Zé para os quadrinhos. A HQ dá uma visão simples, mas genial para esses anos de desaparecimento do Zé: ele esteve preso. E aprontou um monte na cadeia, desde experiências macabras até os sonhos com seu objeto mais desejado: a mulher perfeita.

Além de dar uma revitalizada no personagem, apresentando-o para um novo tipo de público, pertencente a uma outra geração, a HQ simplesmente impressiona por sua qualidade. Qualidade material, pois ela tem um formato de livro bem bacana, qualidade nos desenhos, feitos por Samuel Casal, sobre o roteiro redondinho do próprio Casal e de Adriana Brustrein, e ainda no preço: “apenas” R$ 20 (mais barato que a maioria das compilações de HQ).

Os desenhos todos em preto e branco mostram um lado bem visceral de Zé do Caixão, além de casar com a narrativa do terror. Para quem gosta do gênero, é um prato cheio e ainda dá aquele suspense e a coceira para ver o filme. Também dá um certo orgulho em ver o que os artistas nacionais podem fazer, desde que tenham incentivo e liberdade para tal. Não consegui encontrar um “senão” no gibi !

Enfim, se você gosta de quadrinhos, esta é leitura obrigatória por sua qualidade e originalidade. Se você é do terror, vale a pena conferir as peripércias do personagem se “vingando” dos presos (que também são aterrorizantes!). Agora, se você é dos dois e ainda não conferiu, deixo com o próprio Zé:

— Que os vermes do inferno devorem seu cadáver por toda a eternidade e que você sofra, mesmo depois de morto, nas chamas do inferno!

Ha, ha, ha!

Quem quiser conferir o preview: http://www.lojaconrad.com.br/trecho/prontuario666_p1.asp

Anúncios
One Comment leave one →
  1. joaoventura permalink*
    27 setembro, 2008 7:24 pm

    Ah, esqueci de mencionar que a HQ está sendo vendida em bancas de jornal também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: