Skip to content

Literatura brasileira em quadrinhos

23 março, 2010
Capa de "Triste fim..."Quem é que nunca morreu de preguiça quando os professores no Ensino Médio exigiam a leitura dos clássicos da literatura nacional? Com raras exceções, ler os tais “Dom Casmurro”, “Macunaíma”, “Vidas secas” e outros tantos, se tornava uma missão muito difícil, pra não dizer impossível. Hoje, em tempos de “Crepúsculo” (argh!) e “Harry Potter”, a peleja ainda parece bem mais injusta para os imortais brasileiros. 

Mas existe uma maneira mais fácil de acompanhar esses clássicos. A editora Escala Educacional lançou a coleção Literatura Brasileira em Quadrinhos, que, como o próprio nome diz, lança em quadrinhos aqueles clássicos exigidos pela lei da boa literatura. Nas lojas você encontra o exemplar à mais ou menos R$ 23, mas, o jornal Extra está com uma promoção desde a semana passada, onde lança os livros da coleção. Você compra o exemplar do jornal e com mais R$ 5,90, leva o livro! É ou não é uma boa? Os quadrinhos vêm às quartas-feiras. 

A promoção começou na semana passada com “O triste fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto. Apesar da idéia ser muito bem vinda, a qualidade final do produto deixa um pouco a desejar em alguns aspectos. Em primeiro lugar, os autores utilizaram pouco alguns recursos das HQ’s, principalmente os recursos visuais. Em todos os quadros há falas de personagens, o que deixa a leitura um pouco maçante. Em segundo, a arte merecia um tratamento melhor. Os desenhos bem parecidos e pouco expressivos, por vezes confusos. E, para quem leu o livro, tudo parece se desenrolar de maneira muito rápida, mas esse fenômeno é aquele velho problema das adaptações de livro/quadrinho ou livro/filme, por exemplo. Colocaremos aqui no blog um post só pra tratar disso mais adiante. 

Apesar dos erros, esse é um trabalho que merece muito respeito. Os quadrinhos no Brasil estão com uma força danada e é sempre bom ter acesso a esse tipo de material. Nesta semana, será a vez de “Memórias póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis. Mas, atenção, alunos preguiçosos. Como dizem os editores do material no prefácio das edições: “a leitura do material original é indispensável à boa formação do leitor”.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: