Skip to content

Bravo Mury

14 julho, 2010

Estou copiando aqui uma matéria que saiu na revista Bravo há um tempinho. É sobre o artista Alexandre Mury, ex-morador de Campos e professor da Fafic. O cara faz um trabalho bem legal, com auto-retratos e tal. Vale a pena conferir:

Não tem como não olhar para os auto-retratos do capixaba Alexandre Mury e não esboçar ao menos um sorriso.
Uma fotografia dele já faz parte da coleção Gilberto Chateaubriand, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.
Debochado e irônico, há quem o associe à americana Cindy Sherman, que nos anos 70 se registrava como uma atriz anônima em poses que lembram filmes b.
Mas não é preciso ir longe assim para reconhecer Mury como um bom artista, desses que arriscam, sabe?
Seu Hamlet com rolos de papel higiênico no pescoço é divertido e corajoso.

Por Gisele Kato

Comentário do Artista
O auto-retrato, Hamlet (2010), está na coleção de Gilberto Chateaubriand. Esta assim como outras fotografias minhas estão em diversas situações, cenários e personagens de maneira humorada, irônica, debochada e bastante crítica. Sempre reinventando o icônico e pictórico com uma identidade muito vernacular e improvisada. O Hamlet é uma livre interpretação recontextualizada pelo imaginário do artista inserindo novos elementos de maneira lúdica e intrigante.

Perfil do artista
Alexandre Mury, artista, publicitário, designer gráfico e professor. Artista por vocação, desde criança desenhou e pintou e aos 16 anos começa a fotografar. Expôs pela primeira vez no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ) na mostra “Novas aquisições da Coleção Gilberto Chateaubriand – 2007/ 2010”. Joaquim Paiva, o maior colecionador de fotografia do país, foi o primeiro a adquirir sua obra. Alexandre Mury já tem diversos trabalhos de fotografia com outros importantes colecionadores. 

Não tem como não olhar para os auto-retratos do capixaba Alexandre Mury e não esboçar ao menos um sorriso.
Uma fotografia dele já faz parte da coleção Gilberto Chateaubriand, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.
Debochado e irônico, há quem o associe à americana Cindy Sherman, que nos anos 70 se registrava como uma atriz anônima em poses que lembram filmes b.
Mas não é preciso ir longe assim para reconhecer Mury como um bom artista, desses que arriscam, sabe?
Seu Hamlet com rolos de papel higiênico no pescoço é divertido e corajoso.

Por Gisele Kato

Comentário do Artista
O auto-retrato, Hamlet (2010), está na coleção de Gilberto Chateaubriand. Esta assim como outras fotografias minhas estão em diversas situações, cenários e personagens de maneira humorada, irônica, debochada e bastante crítica. Sempre reinventando o icônico e pictórico com uma identidade muito vernacular e improvisada. O Hamlet é uma livre interpretação recontextualizada pelo imaginário do artista inserindo novos elementos de maneira lúdica e intrigante.

Perfil do artista
Alexandre Mury, artista, publicitário, designer gráfico e professor. Artista por vocação, desde criança desenhou e pintou e aos 16 anos começa a fotografar. Expôs pela primeira vez no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ) na mostra “Novas aquisições da Coleção Gilberto Chateaubriand – 2007/ 2010”. Joaquim Paiva, o maior colecionador de fotografia do país, foi o primeiro a adquirir sua obra. Alexandre Mury já tem diversos trabalhos de fotografia com outros importantes colecionadores.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: